logo gsc

Blog Caetano

Carta de apresentação para emprego: sim ou não?

Uma carta de apresentação para emprego, assim como o nome indica, baseia-se numa apresentação mais detalhada das experiências profissionais, habilidades e personalidade da pessoa que a escreve, e de que forma isso poderá ser vantajoso para a organização a que te candidatas.

A carta de apresentação pode ser uma oportunidade para te destacares e causares uma boa primeira impressão. Esta contém informação que pode não estar presente no currículo e tem como objetivo transmitir aos recrutadores o motivo pelo qual a posição em aberto deve ser ocupada por ti.

Mas será que é mesmo preciso uma carta de apresentação para emprego?

Para muitos esta questão está bastante presente no momento de fazer uma candidatura. Não será suficiente o currículo? – e a confusão instala-se.

A realidade é que apesar de haver empresas que pedem uma carta de apresentação aos seus candidatos, algumas consideram o currículo suficiente.

Assim sendo, a carta de apresentação por vezes é vista como uma oportunidade de destaque em relação a outros candidatos, uma forma de mostrar as razões pelas quais deves ser a pessoa escolhida.

Como se faz uma carta de apresentação?

Deixamos de seguida algumas dicas que podem ajudar na escrita da tua próxima carta de apresentação para emprego:

1. Antes de escreveres a carta de apresentação, tem um bom currículo

Sendo a carta de apresentação para emprego uma expansão da informação partilhada no currículo, aconselhamos que o faças primeiro. Se precisares de algumas dicas, podes ver o nosso artigo sobre o que escrever sobre mim no currículo.

2. Mantém a carta de apresentação simples e clara

É importante que a carta de apresentação seja bem estruturada, clara, sincera e direta. Não ultrapasses uma página e demonstra entusiasmo, positividade e confiança.

Deves também verificar se a carta de apresentação não tem nenhum erro ortográfico ou gramatical e pedir a alguém para dar uma olhada.

3. Para cada candidatura que fizeres, escreva uma carta de apresentação

Sabemos que é bem mais fácil utilizar a mesma carta de apresentação para todas as candidaturas que fizeres, mas criares uma carta personalizada, tendo em consideração a posição a que te candidata e a organização, faz com que transpareças dedicação e os recrutadores poderão valorizar isso.

4. Vai além do currículo

Por vezes, pode acontecer ao escrever uma carta de apresentação para emprego, sentires alguma limitação e acabar por não saberes o que escrever mais, para além daquilo que tens no currículo. Mas é importante fazeres a distinção e, neste caso, aproveitar a carta de apresentação para expandir as tuas realizações e experiências.

5. Não lamentes não ter experiências

Lamentares-te fará com que sejam reforçados os teus “pontos fracos”. Foca-te nos teus pontos fortes. A vontade de adquirir novas aprendizagens e experiências será sempre um fator importante. Procura mostrar sempre seres positivo em relação à pessoa que és, valoriza-te.

6. Reforça as tuas habilidades e experiências

Concentra-te nas tuas habilidades e procura reforçar as tuas características positivas. Podes explicar de que forma as vivências e aprendizagens que tiveste, são ferramentas importantes para exercer, e de que forma podem tornar-se uma vantagem para a empresa. Aquilo que for relevante para a vaga e organização a que te candidatas, deve ser mencionado.

7. Explica os motivos pelos quais te candidatas a determinada posição

É importante referires as razões que fizeram com que te quisesses candidatar à vaga e os motivos pelos quais queres fazer parte da respetiva organização.

8. Mostra que conheces a organização

As cartas de apresentação para emprego podem ser uma boa maneira de mostrar que pesquisaste a empresa a que te candidatas, que entendes o seu ambiente e cultura. Ao pesquisares sobre a empresa, poderás ter uma noção mais clara da sua cultura e da linguagem utilizada na mesma.

Aprender sobre a organização a que te candidatas, nunca é demais. Pesquisa o site, LinkedIn, redes sociais, notícias e artigos.

9. Apela à ação

A última parte da carta de apresentação, deve incentivar o recrutador a querer saber mais sobre ti.

Se seguires estas dicas, a tua carta de apresentação para emprego estará mais do que bem preparada a ser enviada.  

É preciso carta de apresentação para emprego para me candidatar na Salvador Caetano?

Deste lado, deixamos ao teu critério. Com ou sem carta de apresentação, a tua candidatura é importante e esperamos por ela.

Espreita as nossas oportunidades e não percas tempo, move-te connosco e candidata-te.