logo gsc

Blog Caetano

LinkedIn e emprego: Como posso melhorar o meu perfil?

LinkedIn Emprego

Estás preparado para elevar a tua carreia ao próximo nível? O LinkedIn é uma das melhores ferramentas para tal. Hoje em dia é essencial teres um bom perfil no LinkedIn para procurar emprego e te destacares de outros candidatos. Mas, no meio de tantos utilizadores, como podes sobressair e ter um perfil de destaque? Nós ajudamos. 

É cada vez mais importante termos a capacidade de criar a nossa própria imagem de marca e saber vender aquilo que temos de melhor. Através do LinkedIn, é possível realçares as tuas melhores competências, que podem ser uma mais valia a nível profissional. Atualmente, um currículo tradicional já não é o suficiente quando procuras emprego. O LinkedIn veio revolucionar os processos de recrutamento. Ainda assim, e não descartando a importância de um bom CV, podes descobrir no nosso artigo como fazer um currículo quando procuras emprego.  

A página de perfil do LinkedIn é a base para criares a tua marca pessoal. Esta rede social oferece diferentes ferramentas que podes aproveitar ao máximo e explorar. Desde as mais pequenas mudanças até às mais drásticas, são várias as alterações que podes fazer ao teu perfil, para o tornar mais apelativo, quando procuras emprego.  

Desde o conteúdo até às imagens que escolhes, tudo pode contribuir para aumentar a visibilidade do seu perfil na rede. As palavras “profissional” e “eficaz” são a chave para um bom perfil, para te destacares dos restantes, num processo de recrutamento.  

Se já criaste uma conta LinkedIn, o primeiro passo está dado. Mas não basta criares uma conta e ficar à espera que uma equipa de recrutamento vá ao teu encontro. É necessário e aconselhável dedicares algum tempo a esta rede social

Dicas para melhorar o teu LinkedIn para encontrar emprego

A primeira impressão importa  

1. Fotografia de perfil

fotografia é o passaporte de entrada no teu perfil e a primeira coisa na qual as pessoas reparam. Ter uma boa fotografia aumenta significativamente as probabilidades de receberes uma mensagem no LinkedIn. A probabilidade aumenta, ainda mais, quando a fotografia tem um aspeto profissional. Quando escolheres a fotografia, certifica-te que esta tem um fundo neutro, luz natural, roupas com as quais te identifiques, mas simples, uma postura correta e, se preferir, um sorriso. Podes optar por uma fotografia mais formal ou descontraída, dependendo da área a que te candidatas. No entanto, o profissionalismo não pode faltar. É muito importante que a fotografia seja atual e que se pareça contigo na vida real. 

2. Imagem de capa

Tal como a fotografia de perfil é importante, a imagem de capa, também. Opta por uma imagem simples, que não chame demasiado a atenção, mas que espelhe a tua personalidade. As medidas ideais são 1400×425 pixels, com menos de 4MB.  

3. Título 

Resumir pode ser complicado, mas saber o que dizer sobre ti é muito importante para estabeleceres a tua posição. Definires o cargo que ocupas (ou os cargos) permite tornar a informação mais clara, para quem chega ao teu perfil. Por isso, o título do teu perfil deve ser claro e objetivo, de modo a atrair pessoas e recrutadores para o teu perfil. Se, de momento, não estiveres a trabalhar, podes ser criativo e adicionar projetos pessoais, ou a faculdade onde estudas. Lembra-te que somos mais do que apenas o nosso trabalho. Sente-te livre para adicionar outras experiências que te descrevem ao título, se fizer sentido.  

4. Resumo

No resumo deves sintetizar as tuas competências pessoais e profissionais, de forma original e pragmáticaPodes escrever um pouco sobre ti, sobre os teus interesses profissionais e a tua área de atuação ou motivaçõesEncara o resumo do teu perfil como uma história. Não te limites a listar alguns aspetos sobre ti. Usa a tua criatividade e conta ao mundo um pouco mais sobre a tua história. Num mundo cada vez mais digital é importante humanizar os nossos perfis e torná-los o mais reais possíveis. 

5. Escreve tal e qual como falas

Isso irá aproximar as pessoas de ti. Não te esqueças que estás a criar a tua imagem de marca. Sê criativo, inspira-te e leva o teu tempo a escrever as informações no teu perfil. Podes procurar contas de pessoas que sejam uma referência para ti, para te inspirares.  

6. Indica as tuas competências

Deves estar habituado aos conceitos de soft skills e hard skills. Sabe que é muito importante identificares as tuas competências para valorizar o teu perfil do LinkedIn. Esta é uma das formas mais eficazes de valorizares o teu LinkedIn. Faz uma lista das tuas competências e descobre as que mais se destacam e descrevem a tua personalidade. A chave é escolher palavras relevantesque descrevem aquilo que de melhor tens para oferecer.

Não vale a pena listares competências que, posteriormente, não vais conseguir comprovar no trabalho. Podes ir atualizando a tua lista de competências ao longo do tempo. Faz uma seleção rigorosa e coloca-te no papel de quem vai estar a recrutar. 

Partilhamos alguns exemplos de soft e hard skills

– Entre as soft skills temos a criatividade, persuasão, trabalho em equipa, resiliência e gestão de tempo
– Exemplos de hard skills são edição de vídeo, gestão de vendas, tradução e outras competências que valorizem e complementem o teu trabalho 

Organização e acessibilidade 

1. Escolhe as palavras-chave com sabedoria

É fácil cair nos clichés, mas sabe que no LinkedIn deves evitá-los a todo o custo. Há adjetivos utilizados para descrever as nossas qualidades que não devem ser usados, pelo simples facto de se terem banalizado e perderem o valor no nesta ferramenta. As equipas de recrutamento cansaram-se de ver as mesmas palavras, no perfil de todos os concorrentes, o que retirou importância e significado às mesmas. A palavra “motivado”, por exemplo, é uma das que deves evitar, tal é a sua banalidade. Não são palavras proibidas, mas não deves abusar da sua utilização. Para além das escrever deves demonstrá-las e aplicá-las ao resto do teu perfil.   

É, ainda, importante salientar que os recrutadores procuram com base nestas palavras. Isto significa que, para otimizar o ranking de pesquisa no LinkedIn, deves incluir palavras que remetam para o teu setor profissional e áreas de interesse. Seja no título, no resumo ou na área de experiência profissional, há palavras que devem estar presentes. Para isso, deves manter-te a par das novidades e procurar por palavras-chaves dentro da tua área – as mais utilizadas pelas equipas de recrutamento. Acima de tudo, usa palavras simples, que reflitam a tua personalidade. Lembra-te que, apesar de quereres mostrar as tuas competências, a humildade é um ingrediente essencial para o sucesso. 

2. Altera o URL

É importante personalizar o URL do teu perfil. Normalmente, quando crias a tua conta, o URL do teu perfil do LinkedIn inclui diferentes números ou códigos. Ao alterá-lo não só tornas o teu perfil mais acessível, como vais personalizá-lo e permitir que apareça facilmente no mecanismo de pesquisa do LinkedIn. Além disso, este pequeno pormenor irá dar um ar muito mais profissional ao teu perfil.

3. Organizs e simplifica

O LinkedIn permite que organizes o teu perfil de forma intuitivaPodes dividir em diferentes áreas e secções para manter o perfil coeso e organizado. Deves manter os conteúdo estruturados e arrumados, para facilitar a leitura e a procura de informações. Deves separar a tua experiência, os projetos, idiomas, habilidades, certificados, educação e informações adicionais, como voluntariado. Se não sabes como dividir o teu perfil em secções, basta ires a “Editar perfil”, selecionar uma das opções disponíveis e começares a adicionar a informação. Sempre que surgir uma experiência nova, uma formação ou uma oportunidade de emprego podes e deves adicionar essa informação ao teu perfil.

4. Destaca o que realmente importa

A tua experiência de trabalho e conquistas importantes devem ter um lugar de destaque no teu perfil. Quanto mais conteúdo tiver disponível no teu perfil, maior será a probabilidade de aparecer nas pesquisas. Para além da tua profissão atual ou percurso académico atualizado, deves incluir certificados, cursos, prémios, idiomas e outras experiências relevantes, como voluntariado. Se estás à procura do primeiro emprego, o percurso académico é muito importante, principalmente, a experiência mais recente. O campo que diz respeito à tua experiência profissional é muito valorizado. Faz uma lista das empresas onde trabalhaste e de todas as experiências onde estiveste envolvido e inclui todas estas informações, incluindo as respetivas datas. Através da adição destas experiências podem surgir novas oportunidades de networking, muito importantes para alargar a tua rede de contactos

LinkedIn Emprego

Conecta-te e interage

1. Cria uma rede de contactos

Se não conheces o termo “Networking” é hora de o adicionares ao teu vocabulário. Networking é, nada mais, nada menos, que a tua rede de contactos. Atualmente, esta é uma das melhores ferramentas para procurares emprego e pode ser a chave para o sucesso. Mantém contacto e interage com colegas de profissão e com pessoas dentro do mesmo setor que o teu. Fazer conexões no LinkedIn é um passo fundamental para aumentares a tua rede. Assim, poderás chegar mais longe e o teu perfil vai ganhar visibilidadeNunca se sabe se a próxima conexão vai resultar numa oportunidade de emprego. Para fazer isto, podes começar do zero.

Revê a tua lista de contactos e descobre quem já está no LinkedIn. Conecta-te e, a partir daí é só procurares e descobrires novos perfis para te conectares. Quantas mais conexões, maior será rede global e, consecutivamente, maior será a oportunidade de emprego. Adiciona pessoas que acrescentem valor à tua rede profissional. O LinkedIn poderá começar a sugerir conexões, baseadas nos teus interesses e nas empresas ou organizações das quais fazes parte.  

2. Faz recomendações

Recomenda e sê recomendado. Fazer recomendações também é um passo importante para um perfil de sucesso. O LinkedIn oferece a possibilidade de recomendar habilidades que caracterizem alguém. Ao recomendares algo a uma conexão, a probabilidade que façam o mesmo contigo é elevada.  Ora, é claro que se o teu perfil tiver várias recomendações de pessoas diferentes, vais ser valorizado.  

3. Segue e acompanha os teus interesses

A atividade no LinkedIn é muito importante. Quanto mais tempo passares nesta rede social a interagir e a ver a atividade dos outros utilizadores, maior será a probabilidade de seres encontrado. Uma boa solução para passar mais tempo no LinkedIn é seguires empresas ou personalidades que gostes. Pesquisa sobre aquela empresa onde sempre quiseste trabalhar, ou sobre aquela pessoa que sempre foi uma inspiração para ti e acompanha a sua atividade. Podes, ainda, fazer parte dos grupos do LinkedIn. Há diversos grupos, sobre diferentes áreas, mas o ideal será juntares-te àqueles que estejam relacionados à tua área de trabalho. Através destes grupos é possível teres discussões construtivas sobre diferentes temas e interagires com pessoas, com os mesmos interesses que os teus. Lembra-te que a tua rede de contactos deve ser estratégica e permitir abrir portas ao seu futuro.

4. Cria as tuas próprias publicações

Compartilhar informações de outros perfis ou empresas é um excelente começo para começar a valorizar o teu perfil. Ao partilhar conteúdo, estarás a dar mais informações sobre os teus interesses e paixões. Podes compartilhar informações relevantes para o teu nicho, que acrescentem valor a ti e aos outros. Se publicares notícias interessantes, vai fazer com que associem teu perfil a dados úteis. Mas, porquê dar tanta importância às publicações? Não só aparecem em primeiro quando entramos no LinkedIn, como é uma forma de mostrares a tua atividadeO conteúdo deve refletir a tua maneira de pensar e os teus valores.  

LinkedIn Emprego

Proatividade e dedicação 

1. Passa uma mensagem positiva

Sabemos que usar o Linkedin para procurar emprego pode ser desafiante. Mas, não vale a pena desesperares. A seu tempo, a oportunidade perfeita vai aparecer. Por isso, mesmo que estejas sem trabalho não soes demasiado desesperado para procurar algo. É ótimo ter vontade de procurar emprego, mas não será através do desespero que as oportunidades vão surgir. O teu perfil deve transmitir uma imagem positiva.

Toma nota desta frase: Indica o teu valor, não as tuas necessidades. Esta é uma dica poderosa para procurares emprego. O ideal é que o perfil transmita uma sensação de positividade e boas energias. Pensa no teu perfil como um cartão de visita e sê acessível e carismático. O truque é teres um perfil que reflita alguém que a equipa de recrutamento gostasse de conhecer. No geral, as pessoas identificam-se mais com quem transmite um espírito alegre, do que alguém que pareça infeliz ou desanimado, na procura de emprego. Nota que é importante manter uma imagem de confiança e proximidade.  

2. Mantém-te atualizado

Como em qualquer rede social, é importante estares a par das tendências. Num mercado constantemente em mudança e com novas oportunidades sempre a surgir é mandatório estar em cima do acontecimento. Não importa qual é a tua área, todos devem estar atualizados e ativamente em busca de novas informações. Uma ótima forma de estares a par das últimas tendências é seguires figuras de referência. Assim vais receber, na página principal, diferentes publicações com temas interessantes e atuais, que podes até partilhar com as tuas conexões.

3. Atualiza o perfil regularmente 

Além de te atualizares quanto às tendências do momento, outra coisa que deve estar atualizada é o seu perfil. Teres um perfil com informações recentes e atualizadas faz toda a diferença. Não só o deves fazer quando estás à procura de emprego, mas também como utilizador regular da plataforma. Afinal, nunca se sabe quando a pessoa que tem a proposta para a nossa profissão de sonho pode estar à procura de alguém como nós, certo? Na dúvida, mantém-te atualizado. Isto aplica-se a tudo, desde a foto de perfil, ao resumo, título, até às experiências e informações pessoais. A mudança é importante e vai estimular o interesse de pessoas e empresas diferentes

4. Sê ativo e dá nas vistas

Estar atualizado passa, também, por ser ativo. Dares nas vistas pode ser positivo, desde que seja de forma inteligente e estratégica. A tua atividade no LinkedIn vai refletir-se no algoritmo da rede social e aumentar a probabilidade de apareceres nos motores de pesquisa. No entanto, se há informações cruciais, que devem estar no teu perfil, há outras que são dispensáveis. Quando estiveres a atualizar o perfil, tem um olhar crítico e verifica se há alguma informação extra, que não acrescenta nada ao teu perfil. Podes correr o risco de, ao procurarem o teu nome, encontrarem informações que preferias manter privadas. Muitas vezes, por querermos adicionar muitas informações sobre nós, acabamos por mencionar algo que pode comprometer o nosso trabalho.  

Procurar emprego não é uma tarefa fácil, mas o LinkedIn pode ajudar. Agora que sabes que as palavras “Emprego” e “LinkedIn” andam de mãos dadas, podes aplicar estas dicas para começares a melhorar o teu perfil.  

Depois de leres este artigo, é hora de pôr mãos à obra e deixar o teu perfil exemplar. Quando estiveres satisfeito com o resultado, desafiamos-te a candidatares-te a uma das nossas muitas ofertas de emprego. 

Boas conexões!