logo gsc

Blog Caetano

Prepara-te para um processo de recrutamento digital

O avanço tecnológico e a situação pandémica da atualidade fizeram com que o processo de recrutamento, também ele, se tornasse digital. Desde chamadas telefónicas, procura nas redes sociais e entrevistas online, muitas são as técnicas usadas pelas empresas, inclusive pela Salvador Caetano.

Como se caracteriza o processo de recrutamento digital?

Caracteriza-se pelo uso de ferramentas digitais para atrair, selecionar e reter talento, tais como: portais de emprego (como o nosso), feiras de emprego virtuais, entrevistas e testes online, chamadas telefónicas, email, redes sociais (como o LinkedIn) e sites de procura de emprego como (Indeed, Jooble, Net-Empregos, etc.)

O paradigma mudou e queremos que estejas preparado! Neste artigo vais encontrar um conjunto de conselhos para corresponder às expectativas das empresas no mundo digital.

Estou perante um processo de recrutamento digital. O que devo fazer?

1. Estar onde as empresas estão

Como é que as empresas te podem encontrar? Se estiveres no sítio certo!
Foca a tua procura de emprego no online. Visita com regularidade definida portais de emprego, websites de busca de emprego e utilize até as redes sociais como o LinkedIn.

2. Participar em feiras de emprego virtuais

As feiras de emprego virtuais já são uma realidade. Para participar só precisas de um computador e de acesso à internet. Nestas feiras podes encontrar, gratuitamente, dezenas de empresas e recrutadores disponíveis para conversar em tempo real. Terás acesso a stands e conteúdos virtuais, ofertas de emprego, candidaturas, chats públicos e privados, entrevistas e webinars. Está atento a estas iniciativas e participa.

3. Ter cuidado com as redes sociais

É uma prática habitual as empresas visitarem o perfil dos candidatos nas redes sociais. E não falamos apenas do LinkedIn, também o fazem no Twitter, Facebook e Instagram.

No LinkedIn:

– Certifica-te que tens o teu perfil completo e atualizado

– Escolhe uma boa fotografia

– Inclui no teu perfil toda a informação sobre formação e histórico profissional

– Destaca as principais responsabilidades e conquistas da tua carreira

– Participa nos principais grupos da tua área

– Obtém recomendações e feedback de colegas ou antigas chefias

No Facebook:

– Certifica-te que o teu perfil está privado: fotos, publicações, etc.

– Mantém-te atualizado quanto às configurações de privacidade do Facebook

– Retira o teu perfil das pesquisas Google

– Certifica-te que não publicas nada que um empregador possa achar impróprio

– Evita conteúdos controversos e temas polémicos

– Tem cuidado com a linguagem usada na rede

No Twitter:

– Se o entenderes, está envolvido em debates na sua área

– Protege a privacidade da tua conta, ocultando informações pessoais, tweets, publicações onde te tenham marcado

– Mantém a descrição da tua biografia breve e apropriada (esta está sempre visível)

– Evita tópicos negativos, conteúdos controversos e temas polémicos

– Não faças publicações inapropriadas

No Instagram:

– Escolhe o teu nome de usuário com cuidado

– Cuida da tua biografia (podes informar sobre a tua profissão, sonhos e aspirações)

– Escolhe com cuidado a foto de perfil, que está sempre visível

– Mantém o teu perfil privado

– Evita publicações e comentários polémicos

4. Estar preparado para uma chamada telefónica do recrutador

É importante que estejas preparado para uma chamada telefónica do empregador, que pode acontecer a qualquer momento.

– Tem sempre por perto o teu telemóvel

– Tem em atenção a bateria (não a deixes descarregar completamente)

– Atende números desconhecidos (pode ser o empregador)

– Mostra-te disponível, no entanto, se estiveres num sítio barulhento e com muitas distrações, tenta reagendar a chamada

– Evita demonstrar cansaço ou sono (se tiveres acabado de acordar)

– Assume uma posição corporal profissional (não fales numa posição desleixada e totalmente descontraída)

– Tem em atenção o teu tom de voz, fala com entusiasmo, energia e motivação

– Conhece bem o teu CV (podem perguntar pelo mesmo)

5. Responder adequadamente a emails de emprego

O email será um ponto de contacto que terás com o empregador. Não é altura para desleixo. Tem cuidado na utilização deste meio de comunicação.

– Certifica-te que tens um endereço de email profissional e sem conteúdo inapropriado (não utilizes emails como badboy@mail.com)

– Sê profissional e educado (apresenta-te e despede-te de forma cordial, não uses termos como “olá”, “tudo bem”)

– Utiliza um assunto simples, claro, objetivo e refere o teu nome e vaga a que te candidatas

– Se estás a responder ao recrutador, certifica-te que forneces todas as informações e documentos pedidos

– Direciona a mensagem à pessoa apropriada (se conheceres o nome do recrutador usa-o)

– Personaliza o email para cada empresa

6. Estar preparado para uma entrevista de emprego online

Uma entrevista em vídeo é uma oportunidade de o recrutador ficar a saber mais sobre ti, sobre o teu percurso profissional e sobre os teus interesses. Esta não tem que ser um bicho de sete cabeças. Encara-a com a mesma importância que uma entrevista presencial, pensa num local indicado para fazeres a tua entrevista a partir de casa, pratica com familiares, veste-te a rigor e tem em atenção a tua postura corporal. Encontra aqui mais dicas para arrasar nas entrevistas online.

Segue estes conselhos e está preparado para um processo de recrutamento online. Certifica-te que tens uma presença digital adequada e começa já. Espreita as nossas ofertas de emprego online e submete a tua candidatura.