logo gsc

Blog Caetano

Como alcançar a felicidade no trabalho?

Prepare-se para um artigo um pouco diferente do habitual. Mais do que dicas sobre como ser feliz no trabalho, queremos desafiá-lo a ter um momento de introspeção. A felicidade é um conceito abstrato, com significados diferentes de Pessoa para Pessoa. O mesmo se aplica quando falamos de felicidade no trabalho.   

Estamos numa busca constante pela felicidade e pelo nosso emprego de sonho. Mas, por vezes, ser feliz é uma questão de perspetiva. No entanto, é preciso parar e refletir sobre o que verdadeiramente nos faz feliz. Será que sou feliz no trabalho? Será que sou feliz nesta empresa? O meu trabalho inclui-se na lista de coisas que me fazem feliz? Todas estas questões devem fazer parte de uma reflexão profunda sobre a nossa vida, para encontrarmos a felicidade.  

Passamos uma grande parte da nossa vida a trabalhar. Por isso, é importante que seja feliz no trabalho e que o encare como uma fonte de prazer. Convidamo-lo a refletir e pensar sobre a relação entre felicidade e trabalho na sua vida.

Pense nestas perguntas: 

– Será que o trabalho está a prejudicar a sua saúde física? E a sua saúde mental? 

– Chega ao final de dia exausto e sem energia para fazer o que mais gosta? 

– Consegue conciliar a vida profissional, com ambições, sonhos e tempo de qualidade com as Pessoas que mais gosta? 

– O salário que recebe corresponde à sua dedicação e ao tempo que passa a trabalhar? 

– Gosta do que faz? 

– Imagina-se a trabalhar no sítio onde está por muito tempo? 

– Costuma acordar com vontade para trabalhar? 

– O seu trabalho estimula o crescimento pessoal e profissional? 

– Como é o ambiente na empresa? E entre os colegas de trabalho? 

– Sente-se realizado profissionalmente? 

Refletir sobre a nossa felicidade no trabalho é importante para perceber se é preciso mudar algo. Talvez a mudança dependa exclusivamente de si, ou então não. Seja como for, vai sempre a tempo de mudar. Conhece aquela expressão “Faça o que gosta e não terá de trabalhar um único dia na sua vida” – embora seja normal existirem dias melhores que outros, regra geral, se estiver feliz com o que faz, trabalhar vai ser mais fácil e prazeroso. Por isso, se não estiver feliz. É hora de correr atrás da felicidade. Mas, como? 

Aristóteles dizia que o significado de felicidade é viver uma vida orientada por objetivos e propósitos. Já encontrou o seu? Talvez o nosso artigo sobre como encontrar o emprego de sonho possa ajudar. Mas não basta encontrar o emprego ideal. É preciso reunir um conjunto de fatores para alcançar a felicidade no trabalho. O que é que a sua empresa pode fazer por si? 

Felicidade no trabalho: o papel das empresas 

Um Colaborador feliz é um Colaborador mais produtivo. Por isso, é importante que as empresas se preocupem com a felicidade dos seus trabalhadores. Isso implica cuidarem da saúde física e mental, bem como proporcionar todas as condições necessárias para a felicidade e bem-estar do Colaborador. Afinal, é uma situação win-win – a empresa só fica a ganhar se tiver Colaboradores felizes e motivados. Eis o que as empresas podem fazer: 

Garantir um ambiente de trabalho positivo  

Este é um dos aspetos mais importantes para alcançar a felicidade no trabalho. O ambiente que nos rodeia influencia imenso o nosso bem-estar e o nosso humor. Se a empresa tiver um bom ambiente, os Colaboradores vão estar, de certeza, mais felizes e inspirados. O bom ambiente pode ser proporcionado através de ações de team buildingconvíviosatividadesespaços confortáveis e ergonómicos, etc. É, ainda, importante que as empresas apostem na integração das Pessoas, fazendo com que cada Colaborador se sinta integrado e parte da equipa – o que vai desenvolver as relações interpessoais.  

Permitir conciliar a vida profissional com a pessoal 

Para muitas Pessoas não há melhor do que um trabalho que permita conciliar a vida profissional com a pessoal. Esta flexibilidade é fundamental para o bem-estar dos Colaboradores, bem como para a sua produtividade. Cada Pessoa é muito mais do que um Colaborador de uma empresa. Todos temos sonhos, paixões, atividades, família e amigos que são tão ou mais importantes do que um emprego e requerem o nosso tempo e dedicação. Hoje em dia, são cada vez mais as empresas que oferecem flexibilidade de horário, reduzem o número de horas semanais e dão uma maior liberdade de gestão de tempo aos Colaboradores. O resultado? Um aumento significativo da produtividade e da felicidade no trabalho. 

Demonstrar reconhecimento e valorizar os Colaboradores 

É muito importante que a sua empresa reconheça o seu desempenho e o valor do seu trabalho, não só a nível salarial, mas também através de elogios, feedback e reconhecimento. Há várias formas de reconhecer o valor de um Colaborador. Há empresas que optam pela atribuição de prémios (monetários e não só), outras que têm mecanismos de feedback estruturados e contínuos. E, apesar de estas serem todas boas maneiras de reconhecer o trabalho de alguém, às vezes, algo tão simples como um “Parabéns”, “Bom trabalho” ou um “Obrigado/a” pode fazer toda a diferença no dia de uma Pessoa. 

Dar a oportunidade para crescer  

O trabalho deve contribuir para o nosso crescimento pessoal e profissional. É importante que os Colaboradores tenham espaço para crescer, errar, aprender e melhorar – só assim a evolução é possível. O crescimento pode verificar-se em diferentes situações. Seja a progredir na carreira, mudar de cargo ou equipa, sair da zona de conforto, integração em novos projetos e tarefas, todos os desafios são bem-vindos desse que potenciem um desenvolvimento positivo. Por isso, na Salvador Caetano promovemos a mobilidade dos nossos Colaboradores, tanto interna como internacionalmente.

Oferecer salários justos e benefícios 

Não há dúvidas de que a questão monetária é fundamental. E não há que ter tabus à volta do salário. Cada vez mais as empresas devem ser transparentes e proporcionar ao Colaborador um valor justo e coeso com o seu trabalho e dedicação, desde o primeiro dia. Quem diz que o dinheiro não traz felicidade, desengane-se – o salário é, normalmente, um dos fatores com maior peso nas decisões dos Colaboradores. Para além do salário, as empresas devem apostar em benefícios flexíveis, parcerias, gratificações, prémios e outros mecanismos que estimulem a felicidade no trabalho.  

Felicidade no Trabalho: E o papel dos colaboradores? 

É claro que a felicidade no trabalho não depende apenas das empresas. A felicidade depende, também, de cada um de nós. A empresa pode oferecer todos os benefícios e condições necessários, mas há alguns pontos essenciais que deve considerar para alcançar a felicidade no seu local de trabalhos. Porque há coisas que ninguém faz por si

Refletir, pensar e analisar as sensações que o trabalho lhe transmite.  

Devemos parar para analisar aquilo que nos faz bem, os pontos onde podemos melhorar e permitirmo-nos ver de fora um determinado problema ou obstáculo. Por vezes, quando analisamos uma questão detalhadamente, a nossa perceção pode mudar drasticamente.  

Definir os pontos onde pode melhorar

Pode até não ser feliz no seu local de trabalho, mas refletir sobre as suas necessidades de melhoria vai ser útil para qualquer situação, ao longo do seu percurso profissional e pessoal.  

Procure estar em aprendizagem contínua 

Porque nunca paramos de aprender ao longo da nossa vida, deve continuar a procurar informações novas e oportunidades de aprendizagem nas mais diversas áreas. A necessidade de saber mais vai aumentar a sua motivação e melhorar as suas competências.  

Trabalhe a sua autoconfiança 

Afinal, se não acreditar no seu trabalho, quem vai acreditar? Se está na sua empresa é porque merece. Logo, confie nas suas capacidades e não duvide daquilo que é capaz. É normal que as inseguranças venham à superfície, de vez em quando. O importante é trabalhar a nossa confiança de forma contínua.  

Priorize a sua saúde mental, acima de tudo 

Não importa o seu cargo, tarefa ou profissão. A sua saúde mental deve ser uma prioridade. Portanto, se o trabalho se está a sobrepor a isso, talvez seja o momento de parar e redefinir prioridades. Descanse e tire tempo de qualidade para si. Temos algumas dicas no nosso artigo para relaxar depois de um dia de trabalho.

Queremos, acima de tudo, que reflita sobre o conceito de felicidade para si. Tire um tempo para refletir sobre os seus sonhos e objetivos e procura entrar a genuína felicidade no trabalhoConfie em si, nas suas capacidades e, não menos importante, confie na sua empresa. Deixe-se apaixonar pelo trabalho.

Para a felicidade no trabalho a prioridade são as nossas Pessoas. Venha ser feliz connosco e envie-nos a sua candidatura.